sábado, 10 de janeiro de 2009

MINHA AMADA JOVEM COMO O MAR


(À Vanessa Alves)

Minha amada jovem como o mar
caminha descalça entre sementes e folhas...
não sabe ela que estou emergido
nesse delírio, descalço,
nu e descabelado

No fundo do horizonte vejo seu rosto
e as manchas do sol,
no fundo de mim seus braços se movem

Minha amada que esteve no mar
passeia de branco feliz e emotiva,
pelas vinhas rosadas
do meu pensamento, canta

(edu planchêz)

Nenhum comentário: