domingo, 8 de fevereiro de 2009

DOURADO CORPO



Deveria lavar as mãos
para empreender
em mais uma noite de largadas frases
pinturas mentais
Usarei para isso a libertinagem
de meus pincéis de madrepérola

Você deve se perguntar
o porque de tanta beleza
espalhada por essas minúsculas linhas
que almejam vencer o tempo

Eu não pretendo ter a resposta,
pois, no dia que eu à tiver,
me procure no fundo terra,
nos galopes brandos da aurora,
no pulso de teu dourado corpo


(edu planchêz)

2 comentários:

sil disse...

Senti um arrepio!!!!!!!!!!bbjss

radik disse...

Parabéns, Edu.
Palavras e tanto!
Gostei de vir aqui.

Abraços!