quarta-feira, 9 de setembro de 2009

flores de veludo



no olho do cão,
no olho da serpente,
no olho do gato,
no meu olho...
há um portal,
há uma lâmpada
alimentada à óleo
e sêmem

disparo a seta elemental
para sobrevoar com os dedos
as flores de veludo,
os amores de setembro

(edu planchêz)

Um comentário: