segunda-feira, 30 de novembro de 2009

escudo protetor









um escudo protetor de espinhos, um machado,
um poema para proteger eu e você

um manto de estrelas azuis douradas
cobrindo nossas costas e cabeças

canções de serra e mar prontas para caírem
nas antenas das pessoas,
nas nossas antenas de homens-insetos

saio desse livro que ora comigo escreves
para nas medievais cantorias
sentarmos à beira do fogo que protege

meus queridos,
há tantas e tantas noites colho
no orvalho os cacheados cabelos dos astros
para que nosso banquete seja sempre farto

amores meus,
tanto significado tem esse beijo,
essa bossa dedilhada nas folhas do trigo
e nas gavinhas da parreira mãe

(edu planchêz)

Um comentário:

Juciane ( Juh) disse...

http://www.amamentar.net/Portals/0/maespais/papel%20pai/Um%20homem%20tamb%C3%A9m%20engravida%20-%20M%C3%83ESPAIS.jpg

vi essa imagem e pensei em vc e Icaro ha tempos e tempos atras...

Beijos
Juh